Nano Applications

"Nano" é a palavra do momento. Nanotecnologia é um termo coletivo para uma ampla gama de aplicações que estão diretamente ligadas com estruturas e processos em escala nanométrica: partículas sólidas em suspensões e pós, pingos de líquidos em emulsões, névoas, sprays, ou espumas cujas dimensões primárias são menores que 100 nm. Nanopartículas têm uma superfície muito específica, os átomos da superfície são normalmente muito reativos. Isto torna as nanopartículas tão únicas e este é o resultado de suas propriedades tão especiais.

Com a ajuda de tais partículas, é possível fabricar coatings extremamente duros, resistentes à arranhões, materiais com propriedades novas como cerâmicas de baixa sinterização, metais amorfos (transparentes), e materiais com alta tração e tenacidade em baixas temperaturas ou superelasticidade em altas temperaturas. Nanopartículas são menores que vírus ou bactérias. Portanto, via de regra, podem facilmente penetrar nas células. Esta característica torna as nanopartículas interessantes para a indústria farmacêutica, uma vez que podem ser usados para transportar “ingredientes eficazes”, através de barreiras biológicas como as barreiras sanguíneas cerebrais por exemplo.

Há duas maneiras de produzir nanopartículas. Com a condensação ou método “de baixo para cima”, as partículas são criadas através de uma agregação molecular de uma substância existente, dissolvida em forma líquida ou gasosa. Estas técnicas sol-gel, técnicas de precipitação, micro-emulsão e processos de modificação por gás são vantajosos e é possível produzir sistemas de partículas esféricas de alta pureza, praticamente mono-dispersas. A desvantagem é que a capacidade máxima de produção é normalmente muito baixa. Isto significa que estes métodos oferecem capacidade de produção limitada.


A produção de partículas muito finas através da moagem de partículas grossas refere-se à dispersão ou método “de cima para baixo”. Altas densidades de energia são necessárias como as alcançadas nos Moinhos Agitadores, para tais tarefas. A moagem a úmido é a maneira primária para a operação de moinhos agitadores. Eles são empregados em muitos ramos da indústria para moer matéria-prima bem como para a dispersão de pigmentos finos e produtos do método “de baixo para cima”.


Capacitores Cerâmicos Multilayer (MLCC)

Como capacitores chip para montagem em superfície, estes pequenos capacitores discretos fazem parte de quase todos os equipamentos eletrônicos em quadros de circuito impresso.

mais informações

Tela de Cristal Líquido (LCD)

Com a tecnologia do LDC (Tela de Cristal Líquido) é possível produzir telas que não ocupam espaço, sem chuvisco, de baixa radiação que são mais atrativas ao olhar do que as telas convencionais de televisores ou monitores de computador.

mais informações

Polimento (CMP)

O único método conhecido para polimento fino de wafer é o CMP (polimento mecânico-químico). Neste processo, suspensões de agentes de polimento são usadas para fabricar o material.

mais informações

Foto Catálise

Sob a influência da luz, certos materiais catalizam reações químicas tais como a decomposição de substâncias orgânicas. As propriedades foto catalíticas do dióxido de titânio (TiO2) são usadas para auto limpeza de superfícies, materiais anti bactericidas e para a purificação do ar e da água.

mais informações